Como funciona a governança de dados? Saiba aqui!

ProMoveBest practicesComo funciona a governança de dados? Saiba aqui!

Neste mundo de dados e conexões, está cada vez mais difícil separar as informações que são, de fato, relevantes para uma empresa. Afinal, não dá para armazenar tudo que ela recebe, nem processar todos os dados adequadamente para que virem conhecimentos pertinentes. É preciso, portanto, ter diretrizes eficazes para o tratamento dessas informações.

Nesse cenário é que surge a governança de dados, e é dela que falaremos neste post. Veremos aqui como funciona esse conceito e como ele pode ser vantajoso para as empresas. Sem dúvida, ao final da leitura, você vai querer adotá-lo em seu trabalho! Ficou curioso? Então, continue conosco.

O que é a governança de dados?

Basicamente, a governança de dados é um departamento responsável por cuidar e gerenciar os dados da empresa, podendo estar diretamente ligada à área de TI.

Seu objetivo é reduzir erros na hora da coleta e do armazenamento de informações relevantes aos processos estratégicos do negócio. Para isso, ela funciona com protocolos de recolhimento, armazenamento, tratamento e segurança dos dados, que devem ser seguidos por toda a empresa.

Como ela funciona?

Em primeiro lugar, a captura de dados da governança é automatizada. Ela funciona por meio de ETL, que é o acrônimo para Extract, Transform e Load — trata-se, grosso modo, de um conjunto de ferramentas especializadas em conectar sistemas e mover dados que trafegam por eles.

Se implementado de maneira eficaz, o ETL consegue manusear os dados automaticamente. Assim, além de diminuir o erro em coletas e análises, ele garante a privacidade das informações, permitindo o acesso apenas às pessoas autorizadas. Tudo isso, é claro, com muita eficiência.

Por que a governança de dados é tão vantajosa para as empresas?

O excesso de dados pode ser prejudicial para qualquer empresa quando eles não são geridos corretamente, o que complica muito a sua análise e influencia negativamente em tomadas de decisões estratégicas, por exemplo. A governança, nesse sentido, surge como uma garantia de que haverá um processo interno de tratamento desses dados.

Uma governança eficiente de dados permite que todas as informações sejam extraídas de várias fontes, além de criar um repositório automático, organizado e seguro delas, com todo o conteúdo que é relevante para a empresa sendo facilmente acessível.

Além disso, a empresa que investe em governança de dados tem à sua disposição um conjunto de análises feitas previamente — sem contar que ela melhora o fluxo de processos que dependem desses dados, e ainda integra todas as áreas da empresa. Assim, nas mãos de bons profissionais, tais informações poderão ser transformados em boas decisões e gestões competentes.

Enfim, como vimos ao longo deste artigo, a governança de dados pode ser muito eficaz para a gestão de informação da sua empresa. Sua adoção é capaz de trazer inúmeros benefícios, tanto estratégicos quanto competitivos — afinal, a capacidade de manipular e gerir dados é cada vez mais urgente no mercado.

Então, curtiu o post de hoje? Agora, não deixe de assinar a nossa newsletter para receber outros conteúdos como este diretamente em seu e-mail!

Sobre o Autor

Consultor em Melhoria de Processos na ProMove. Doutor em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2010), Mestre em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003) e graduado em Ciência da Computação pela Universidade Federal da Bahia (2000). Possui experiência em melhoria de processos, gerência de projetos e coordenação de equipes de consultoria. É consultor na implantação de processos aderentes aos modelos de qualidade CMMI e MPS. Atuou na concepção/desenvolvimento de um framework na linguagem .Net. É certificado ITIL v3 Foundation. É instrutor credenciado dos cursos de capacitação do modelo MPS. É implementador credenciado do modelo MPS para Software e MPS para Serviços. É avaliador líder experiente do modelo MPS para Software e Serviços. É avaliador líder do modelo CERTICS.