O que é OKR? Aprenda aqui!

ProMoveMelhorias de ProcessoO que é OKR? Aprenda aqui!
O que é OKR

O que é OKR?

OKR significa Objectives and Key Results ou Objetivos e Resultados Chave. OKR é uma metodologia para ajudar empresas de todos os tamanhos a acelerar o negócio por meio da definição de objetivos de alto nível relevantes para o sucesso do negócio, bem como a definição de projetos e resultados-chave para alcançar esses objetivos no curto prazo.

Neste artigo, eu vou mostrar para você 5 passos básicos para implementar OKR na sua empresa e ajudar a acelerar o seu negócio.

Como surgiu a OKR?

Andy Grove uma das pessoas que co-fundaram a Intel em 1968 desenvolveu a OKR a partir do MBO (Management By Objectives) ou Gestão por Objetivos criado por Peter Drucker em 1954.

Em 1974, John Doerr juntou-se à Intel e aprendeu tudo sobre OKR.  Doerr veio a integrar um dos primeiros investidores do Google, tornando-se conselheiro da empresa em seus primeiros dias. Foi Doerr que apresentou a OKR aos fundadores do Google, Larry Page e Sergey Brin.

A implementação de OKR no Google ajudou a empresa a crescer de 40 funcionários em 1999 para mais de 60 mil funcionários nos dias de hoje. OKR é reconhecida como um dos fatores de sucesso do Google ajudando a popularizar essa metodologia em empresas de todos os tamanhos principalmente em start-ups.

Continue a leitura do artigo, para saber como você também pode obter benefícios no seu negócio implementando OKR.

5 Passos Básicos para Implementar OKR

O grande sucesso do OKR está na sua simplicidade.

Existem várias formas de implementar OKR. Eu vou mostrar para você uma forma simples e prática e que você pode começar imediatamente na sua empresa ou no seu projeto.

A imagem a seguir apresenta os 5 Passos Básicos para você implementar OKR e acelerar o seu negócio.

5 Passos Básicos para Implementar OKR

Passo 1: Defina os objetivos de alto nível

O primeiro passo é definir os objetivos de alto nível. A definição dos objetivos de alto nível é a fundação do OKR. Então, procure entender o que é mais crítico hoje para o sucesso do seu negócio e priorize o que você deseja alcançar.

O horizonte de planejamento dos objetivos de alto nível do OKR deve ser sempre trimestral. A definição e o acompanhamento de alcance de objetivos trimestrais vão ajudar a avaliar o que deu certo e o que deu errado, além de ajudar a definir os objetivos do próximo trimestre.

Passo 2: Desdobre os objetivos em projetos e resultados chave

O segundo passo é desdobrar os objetivos em projetos e resultados chave. Após definir os objetivos de alto nível do OKR, é hora de você pensar em como esses objetivos serão alcançados. Para isso, defina quais trabalhos precisarão ser concluídos nos próximos três meses para que ao final do trimestre os objetivos sejam alcançados.

Os resultados chave são o que você quer alcançar com o seu projeto. Então, quando for definir o projeto, procure garantir que o alcance do resultado chave vai ajudar a atingir o objetivo de alto nível.

Passo 3: Defina metas mensais

Agora que você já sabe o que precisa ser feito para alcançar os seus objetivos do seu negócio, delegue para a sua equipe a responsabilidade de definir metas mensais para o próximo trimestre.

Powered by Rock Convert

Ao alcançar as metas mensais do OKR, você vai aumentar as suas chances de alcançar os objetivos do trimestre. Assim, ter metas mensais ajuda a motivar a sua equipe em busca do objetivo do trimestre e também a criar um senso de urgência na realização do projeto.

Por exemplo, se o objetivo de alto-nível de uma empresa de software for Aumentar a velocidade de entrega das equipes, um resultado-chave poderia ser Adotar Scrum em 100% dos projetos até o final do trimestre. Neste caso, as metas mensais poderiam ser: no primeiro mês, realizar  treinamentos em Scrum; no segundo mês, implantar uma ferramenta de gestão com base no Scrum, por exemplo, o Azure DevOps; e no terceiro mês, configurar 100% dos projetos na ferramenta de gestão selecionada.

Agora que você já definiu as metas mensais OKR, lembre-se de divulgar o planejamento para toda a empresa.  Você pode fazer uma apresentação para todos os envolvidos comunicando tanto os objetivos de alto nível, quanto os projetos e resultados chave mensais.

Passo 4: Acompanhamento semanal dos projetos

O quarto passo é fazer o acompanhamento semanal dos projetos.

Não basta definir os projetos e esperar que os objetivos de alto nível do OKR sejam alcançados ao final do trimestre. Por isso, é muito importante que você acompanhe os projetos semanalmente por meio de reuniões rápidas de no máximo 15 minutos para verificar se as equipes têm os recursos para atingir as metas mensais.

Agora que seus projetos foram definidos e estão sendo acompanhados semanalmente, vamos para o último passo da implementação de OKR.

Passo 5: Avalie e divulgue o resultado dos projetos

O quinto e último passo é a avaliação e divulgação do resultado dos projetos do OKR. Ao final de cada trimestre, cada equipe deve avaliar os resultados chave de cada projeto.

Uma forma mais simples é usar 3 níveis de smiles ou carinhas por exemplo: 😊 😐 😞

Cada equipe então coloca um smile ao lado dos resultados chaves indicando se o resultado foi alcançado.

Pronto. Agora que todos os projetos foram avaliados pelas equipes, você pode apresentar os resultados chave alcançados do trimestre para todos da empresa.

Comemore todos os resultados alcançados mesmo que parcialmente. Não aponte culpados para os resultados não alcançados.

Use este momento para aprender sobre os problemas e traçar novos objetivos de alto nível, projetos e resultados chaves que possam ser alcançados no próximo trimestre.

O processo contínuo de tentativas, sucessos e fracassos que vai fazer você conseguir acelerar o seu negócio na direção que você deseja.

Se você ficou interessado em implementar OKR na sua empresa ou no seu projeto, assista este vídeo. Eu explico em detalhes cada um dos 5 passos básicos para ajudar você a acelerar o seu negócio usando OKR.

OKR em cinco passos

About the author

Consultor em Melhoria de Processos na ProMove. Doutor em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2010), Mestre em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003) e graduado em Ciência da Computação pela Universidade Federal da Bahia (2000). Possui experiência em melhoria de processos, gerência de projetos e coordenação de equipes de consultoria. É consultor na implantação de processos aderentes aos modelos de qualidade CMMI e MPS. Atuou na concepção/desenvolvimento de um framework na linguagem .Net. É certificado ITIL v3 Foundation. É instrutor credenciado dos cursos de capacitação do modelo MPS. É implementador credenciado do modelo MPS para Software e MPS para Serviços. É avaliador líder experiente do modelo MPS para Software e Serviços. É avaliador líder do modelo CERTICS.