O que é intraempreendedorismo e como aplicá-lo em sua empresa?

ProMoveMelhorias de ProcessoO que é intraempreendedorismo e como aplicá-lo em sua empresa?

No ambiente de trabalho, há um novo conceito que vem ganhando espaço e está em evidência. Termo advindo do empreendedorismo, mas com outra aplicação, presente no cenário das empresas de pequeno e médio porte, o intraempreendedorismo, assim denominado, é aplicado de forma interna pelos colaboradores e visa a agregar ainda mais valor ao trabalho dos funcionários.

Acompanhe a leitura para saber o que é e descubra 3 maneiras para aplicar o intraempreendedorismo na sua empresa. Vamos lá!

Empreendedorismo

Seja individualmente, seja por meio de parcerias com outros colaboradores, o empreendedor é aquele que busca novas ideias para trazer soluções mais práticas ao cotidiano das pessoas — ou seja, é aquele que empreende, seja um negócio, seja um projeto, e que se dispõe a identificar e transformar elementos como ninguém se dispôs a fazer.

O conceito de empreendedorismo está ligado ao surgimento de novos negócios, entretanto, empresas que já são consolidadas no mercado também procuram ideias inovadoras que agreguem competitividade. A esse termo também podemos chamar de empreendedorismo interno ou empreendedorismo corporativo.

Intraempreendedorismo

O intraempreendedorismo é um termo que vem da expressão inglesa Intrapreneur, que significa empreendedorismo interno, como mencionado. Refere-se a um processo que ocorre internamente, dentro dos limites da empresa, independentemente do porte.

Esse processo interno envolve o desenvolvimento de novidades, por exemplo, no ramo de negócios, atividades, técnicas administrativas, estratégicas ou tecnologias.

Sendo assim, o intraempreendedor se define como um profissional que promove mudanças ou aperfeiçoa o ambiente interno com ideias inovadoras, oferecendo um alto nível de competitividade a partir de uma colaboração.

Curso CMMI 2022

Por isso, é importante motivar os colaboradores diariamente para que, assim, surja a vontade de fazer diferente. Veja, a seguir, 3 maneiras de aplicar essa medida na gestão da sua empresa.

1. Crie um funil de ideias

Por meio de debates e exposição de ideias, crie um funil para selecionar aquelas que tiveram mais aderência e continuidade. Faça também uso de uma ferramenta de comunicação com a equipe de colaboradores, já que isso ajuda a fomentar a participação.

2. Ouça o que os funcionários têm a dizer

Ouvir o que os colaboradores têm a dizer é uma boa maneira de inspirá-los. Seja um mentor para a sua equipe, orientando sempre no que for necessário e não esquecendo de ouvir as ideias, mas também sabendo descartar aquelas que não são interessantes, sem desmerecer o integrante da equipe.

Os colaboradores precisam sentir que são parte do processo criativo, então, ressalte as ideias que forem postas em prática. Assim, elas serão aperfeiçoadas ou descartadas se não obtiverem sucesso no momento da aplicação.

3. Convide pessoas para palestrar

Pessoas inspiradoras alimentam e estimulam outras no processo criativo, por isso, vale a pena investir em palestras com personalidades que venham de fora — essa é uma boa maneira de ampliar os horizontes da equipe.

Como vimos, o intraempreendedorismo ajuda muito uma empresa já consolidada a crescer com ideias inovadoras e agregar ainda mais valor e competitividade ao profissional já atuante, uma vez que ele já faz parte do time.

Gostou do conteúdo? Então, curta nossa página no Facebook para ficar por dentro de outras informações! Vamos lá!

About the author

Bacharel em Jornalismo pela Universidade Veiga de Almeida. Apaixonada pelo poder de atração que a comunicação possui, constantemente ligada à redes sociais e web. Insaciável curiosidade para aprender e obter sempre novas ideias. Atualmente é Analista de Marketing da ProMove Soluções.