Entenda o que é gamificação e como implementar essa estratégia

ProMoveGamificationEntenda o que é gamificação e como implementar essa estratégia
o que é gamificação
Você sabe o que é gamificação? Em um mundo cada vez mais conectado e um mercado bastante competitivo, seguir novas tendências é uma prática imprescindível para manter uma empresa atuante.

Nesse contexto, uma das inovações mais recentes é a gamificação. É comum, atualmente, que as pessoas, tanto da área de TI quanto de outros setores, se perguntem o que é gamificação e como podem aplicá-la na empresa para otimizar o trabalho.

Vamos responder a estas perguntas neste post. Ficou curioso? Acompanhe!

O que é gamificação?

gamificação consiste, basicamente, na prática e na implementação de funcionalidades usadas em jogos para qualquer outro contexto. Nesse caso, essas funções são transpostas para o ambiente empresarial.

As funções mais comumente implementadas em empresas são as conquistas de troféus (badges), os programas de pontuação (score) e os placares de liderança (leaderboards), entre outras.

A gamificação pode ser aplicada mesmo em ambientes e culturas organizacionais mais formais e os resultados tendem a ser bastante positivos.

Ela pode ser implementada por meio de:

  • Software as a Service (SaaS) — em aplicações hospedadas na nuvem, que oferecem fácil acesso e requerem baixa manutenção;
  • software personalizado — com funções gamificadas criadas especificamente para a empresa;
  • hardware — por meio da interação física com as funcionalidades.

Mas o que isso significa na prática em termos de benefício para o negócio? Vamos ver a seguir!

Como aumenta o espírito de colaboração e a produtividade?

A estratégia da gamificação prioriza o estímulo: os sistemas de recompensas ajudam a aumentar a colaboração entre as equipes e dentro delas. Além disso, alimentam a competitividade saudável dentro da companhia.

Com a gamificação, portanto, as tarefas executadas rotineiramente — e que poderiam se tornar repetitivas ou cansativas — ganham novo aspecto e tornam a cultura da empresa mais proativa e os setores mais otimizados, colaborativos e produtivos.

É natural que cada equipe procure funções de gamificação adequadas à sua cultura e aos seus processos. A chave para essa estratégia é a motivação: com o pessoal mais motivado, os processos ficam mais ágeis e a produtividade aumenta.

Como melhora o desempenho?

As aplicações de gamificação, por motivarem tanto os indivíduos quanto as equipes, ajudam a melhorar o desempenho. Além disso, dão um aspecto visual à mensuração.

Tudo isso permite uma análise de desempenho mais efetiva e leva a uma melhor tomada de decisão em relação ao capital intelectual da empresa e à captação de talentos para o setor de TI.

Com profissionais mais motivados, equipes mais colaborativas e competitivas e tomadas de decisão otimizadas, os processos corporativos ficam naturalmente mais produtivos e a qualidade do desenvolvimento de projetos melhora.

Um exemplo de sucesso no uso da gamificação é a Samsung Nation. A companhia tem um sistema de recompensa que motiva a clientela a participar da comunidade criada pela marca.

Lá, o participante responde a questionários, assiste a vídeos, dá feedback e revisa produtos da organização, entre outras atividades. O resultado é o engajamento da comunidade, que agora produz conteúdo de valor para a empresa.

Agora, como implementar a gamificação na sua empresa?

Antes de implementar qualquer técnica ou metodologia nova na sua empresa, você precisa se fazer algumas perguntas:

Powered by Rock Convert
  • Qual é o meu objetivo? O que quero alcançar?
  • O que motiva o meu público?
  • O que mantém o engajamento do público?
  • Como vou medir os resultados da iniciativa?

Assim, você vai conseguir traçar o caminho para que os participantes alcancem os objetivos que você definiu e estabelecer recompensas que os motivem.

A recompensa, ainda que seja um badge, promove uma sensação de satisfação em quem a recebe, com a liberação de dopamina no cérebro. Todos já sentimos isso ao conquistar algo que queríamos, não é?

Com base nessas informações, é preciso criar o jogo da forma mais adequada para alcançar os objetivos. Veja, a seguir, o que levar em consideração.

Narrativa

É aqui que a gamificação encontra o storytelling. Assim como todo game, você precisa de uma história para contar, ou seja, precisa definir a narrativa.

Pode ser algo hiper-realista ou fantasioso, mas tem que criar uma conexão entre as pessoas. E nada melhor do que a imaginação para isso.

Base do game

Com a narrativa, você pode escolher que tipo de game se encaixa melhor nela. Pode ser um jogo de tabuleiro, de corrida, de fantasia etc.

Para um time de vendas, por exemplo, uma corrida pode ser adequada, com o ganhador sendo o que colaborador que obteve os melhores resultados de acordo com os objetivos traçados.

Jornada pessoal

Defina qual vai ser a jornada do personagem, qual a trilha que ele terá de percorrer para atingir os objetivos e ganhar as recompensas. Não se esqueça que cada participante deve ter seu avatar, que pode refletir, por exemplo, o estado em que ele está no jogo ou as conquistas que já teve.

Desafios

Todo herói precisa superar pequenos obstáculos e vencer desafios pelo caminho, já ensinava Joseph Campbell em seu livro O Herói de Mil Faces. Assim, testando suas habilidades pelo caminho, ele ganha musculatura para enfrentar as provações maiores que estão por vir.

De forma análoga, coloque testes menores na trajetória do participante, de forma que ele chegue ao fim do game com todos os conhecimentos que deve ter.

Recompensas

Ao passar com sucesso pelos pequenos desafios e pelo teste final, o participante deve receber suas recompensas, que devem estar alinhadas com o que os participantes valorizam.

Vale reforçar aqui que estamos falando do ambiente empresarial, então todas essas escolhas devem estar perfeitamente alinhadas com os objetivos do negócio.

Nesse sentido, é preciso manter o mesmo foco que se tem com a gestão de forma geral. Cada colaborador deve ter suas metas individuais, em que são estabelecidos objetivos de médio prazo. É preciso medir os resultados e depois ajustar as ações, dando início a um novo ciclo.

Vimos o que é gamificação, quais benefícios ela pode trazer para a empresa e como implementá-la para alavancar os resultados do negócio. De forma lúdica e atraente, é uma técnica que funciona muito bem para capacitação profissional, para motivar a equipe e para promover o espírito de colaboração.

E aí, aprendeu o que é gamificação? Que tal ficar de olho nos nossos próximos conteúdos? Então venha nos seguir nas redes sociais: estamos no Facebook, no Twitter e no LinkedIn.

Caso tenha ficado interessado em saber como implementar gamificação na sua empresa ou na sua equipe, entre em contato aqui com os nossos consultores que teremos prazer em ajudar!

About the author

Mestre em Sistemas de Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2013-2015). Graduado em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2012). Atua desde 2011 em projetos de consultoria em melhoria de processos de gestão e engenharia de software. É implementador certificado do modelo MPS para Software e Serviços e avaliador adjunto do MPS para Software.