Implantação do Nível 5 do CMMI na BASIS

Em busca de aumento da produtividade das equipes e qualidade dos produtos, a Basis definiu como meta elevar a maturidade dos processos para o Nível 5 do CMMI. A ProMove ajudou a analisar o desempenho dos processos da Basis e a implementar oportunidades de melhoria. O Nível 5 do CMMI foi alcançado com sucesso após a implementação de melhorias inovadoras como automação dos processos. Veja neste case os ganhos obtidos pela Basis com o Nível 5 do CMMI.

BASIS

Segmento: Fábrica de Software

Porte: Grande

Objetivo: implantação do Nível 5 do CMMI-DEV

SOBRE A EMPRESA

A Basis Tecnologia da Informação S.A. é uma sociedade anônima, 100% brasileira, de capital fechado, com sede na cidade de São Paulo e com unidades de negócio em Brasília e Belo Horizonte.

Com atuação no mercado de TI e foco em desenvolvimento de soluções personalizadas, atua com fábrica de software, tecnologias de ECM – Enterprise Content Management, consultoria, BPM – Business Processes Management, soluções analíticas e outsourcing.

A Basis investe em inovação, produtividade, qualidade, ferramentas e tecnologias que permitem alavancar o negócio de seus clientes.

NECESSIDADE

Apesar de já terem o selo MPS-BR Nível F, a empresa ainda sentia que precisava aumentar a qualidade com a automação e com processos mais simples e otimizados.

A Basis buscava aumentar a maturidade dos seus processos reduzindo o custo do desenvolvimento sem afetar a qualidade do produto entregue. Isso faria com que a Basis se tornasse cada vez mais competitiva no mercado de TI.

Para alcançar esse objetivo de aumento de qualidade e produtividade, a Basis estabeleceu como meta elevar a maturidade dos processos para o Nível 5 do CMMI.

SOLUÇÃO

O primeiro passo na implantação do Nível 5 do CMMI, foi analisar as causas da variação dos processos para entender onde estavam as maiores perdas e gargalos. Após aplicar técnicas quantitativas de análise de dados foi identificada grande variabilidade nos processos de Análise de Requisitos e Testes.

A ProMove ajudou a Basis a adotar técnicas como Simulação de Monte Carlo para entender qual a composição de processo com maior variabilidade. Foi identificado que os analistas júnior tinham um comportamento bastante variado nos processos de requisitos e testes automatizados.

Para ajudar a reduzir a variação nos processos de requisitos e testes e aumentar a produtividade, a Basis adotou métodos ágeis, realizou capacitações em diferentes técnicas de análise de requisitos e aumentou o controle de projetos executados por pessoas com menor senioridade.

RESULTADOS

A maior dificuldade na implementação do Nível 5 do CMMI, foi obter engajamento e conscientização dos colaboradores sobre a importância das práticas de alta maturidade. Essas barreiras críticas foram superadas com a automação dos processos e capacitação da equipe.

Após a implantação do Nível 5 do CMMI, os colaboradores da Basis perceberam que os processos ficaram mais claros e as tarefas mais simples de serem controladas e executadas com maior qualidade.

A Basis conseguiu, com a ajuda da ProMove, reduzir em mais de 40% a variabilidade na fase de levantamento de requisitos de software, melhorando a eficiência do processo.

A automação do processo ajudou também a reduzir em mais de 50% o esforço de gestão de projetos.

A adoção de técnicas inovadoras de análise de requisitos permitiu aumentar em 98% a produtividade da equipe de analistas júnior. 

Segundo o gerente de projetos da Basis, Geraldo Palmeira, “a consultoria da ProMove está alinhada a visão da Basis de automação dos processos para aumentar a qualidade e tornar os processos mais eficientes. Com a parceria da ProMove, a Basis conseguiu obter com sucesso as certificações CMMI Nível 3 em 2015, MPS Nível C e CMMI Nível 5 em 2018.”